A importância da visita técnica antes da execução do projeto arquitetônico

Como todo bom investimento, contratar um arquiteto exige alguns cuidados. Além de analisar sua trajetória profissional, estudar seus estilos de projetos e até bater um papo para ver se há uma certa afinidade pessoal, é interessante saber mais sobre como ele faz a sua visita técnica. Mas no que consiste esta visita técnica?

Antes do projeto arquitetônico, uma visita técnica é essencial para:

1) Construir uma proposta de orçamento baseada em fatos concretos

Muitas vezes as fotos não expressam o real estado dos ambientes. Por isso, a visita técnica de um arquiteto ao local, antes mesmo da elaboração de orçamento, é fundamental para um resultado satisfatório. Esse processo também inclui o alinhamento de expectativa com os moradores. Muitas vezes, o desejo do cliente é melhor expressado quando dito cara a cara. Outra possibilidade que se abre com a visita é a discussão de ideias e propostas entre o morador e o arquiteto, que é essencial para o resultado final do trabalho.

O nosso time considera que essa seja uma fase essencial para dar início ao projeto arquitetônico.

2) Durante a realização do projeto arquitetônico

Na execução da obra, é necessário que as visitas do arquiteto sejam feitas de maneira regular e frequente. Isso garante que o projeto esteja sendo seguido à risca pelos profissionais envolvidos e também ajuda na mudança de algum item inesperado durante a execução. A presença de encanamentos, vigas e outros elementos estruturais podem interferir no projeto e, nestes casos, a presença do profissional no local é essencial para guiar os demais profissionais e dar continuidade ao andamento da obra.

Aqui no escritório Renata Basques Arquitetura, tomamos o cuidado de visitar a obra durante a sua fase de execução diversas vezes, para garantir o melhor resultado.

3) Evitando erros pequenos

Tomadas não instaladas (mesmo que previstas em projeto) e medições mal feitas, por exemplo, podem atrapalhar, e muito, o resultado final do projeto e a satisfação e conforto do cliente. Por isso, a arquiteta Renata Basques, faz questão de acompanhar a obra pessoalmente e regularmente para que o projeto seja, de fato, seguido à risca.

4) Projetos de Marmoraria e Marcenaria

Esse tipo de projeto, que também é parte do plano arquitetônico, deve ser medido ‘in loco’. É sempre indicado que o arquiteto esteja presente quando essas medições são realizadas para garantir que a ideia que foi mostrada para o cliente não seja distorcida por erros de precisão dos outros profissionais. Nossa equipe presencia todas as medições deste tipo de projeto e garante o sucesso do resultado.

O fornecedor de marmoraria só pode medir as bancadas e outros acessórios complementares do banheiro se o revestimento estiver instalado e a marcenaria só deve ser medida após as bancadas estarem completamente instaladas corretamente e finalizadas. Esses detalhes podem criar grandes problemas caso o arquiteto não oriente sua equipe e outros profissionais envolvidos.

Projeto Realizado pelo escritório Renata Basques Arquitetura

Agora que você já entendeu o quão importante é escolher um arquiteto que realmente se preocupe e visite o seu espaço antes mesmo de fornecer um orçamento do projeto arquitetônico, entre em contato com o nosso time e peça uma visita da nossa arquiteta Renata Basques no seu apartamento ou casa!

Conteúdos relacionados

– Os 5 erros mais comuns nas reformas (e como evitá-los!)

– Reforma da casa: por onde começar? 

– REB Express: a solução inovadora para economizar e reformar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

seis + 13 =

× Como podemos te ajudar?

Quer receber nossas novidades?

Deixe seu email e faça parte da nossa lista VIP para receber
todas as nossas novidades